top of page

STUTTGART - Alemanha  - 2/2

STUTTGART.jpg

Festival Folclórico de Cannstatter  -

Durante três semanas, entre setembro e outubro, o Neckarpark Stuttgart realizava o segundo maior festival de cerveja do mundo, depois da Oktoberfest de Munique. O Cannstatter Volksfest começara como um festival da colheita, para revitalizar a cidade, após uma falha de safra desastrosa no ano sem um verão, em 1816. Isso motivou um grande festival de cerveja e um parque de diversões. As barracas enormes acomodavam milhares de foliões e eram batizadas em homenagem às cervejarias, que forneciam a bebida. O Fruchtsäule, uma coluna de 26 metros adornada com frutas, estava instalada no coração das celebrações e remontava à época da monarquia de Württemberg. Há 60 ou mais barracas, dezenas de bancas de diversões, até 100 lugares que serviam comida e todo tipo de passeios como montanhas-russas, carrosséis e rodas-gigantes.

Markthalle Stuttgart –

O mercado histórico era uma preciosidade gourmet e arquitetônica. Abria de segunda a sábado, a partir das 7.30h até o fim da tarde. Em uma das pontas do prédio, no primeiro andar, havia uma restaurante, o Marktstüble, que recomendamos para experimentar as delícias da culinária local.

Mercado de Natal -

Começando na última quinta-feira de novembro, na Schlossplatz, todas as ruas e praças do norte e oeste ficavam cheias de centenas de barracas. Cada espaço aberto tinha algo diferente acontecendo, como no Pátio Renascentista do Antigo Palácio, onde havia concertos de música clássica sazonal, enquanto a Schlossplatz era uma das maravilhas do inverno, com um tema de conto de fadas, ferrovia em miniatura e pista de patinação.

Stuttgart Beer Festival -  

Acontecia na Cannstatter Wasen Stuttgart Mercedesstraße -  Por mais de 200 anos, o Cannstatter Volksfest tinha desfrutado de enorme popularidade e anualmente atraia cerca de quatro milhões de visitantes,  para a capital do estado de Baden Württemberg. Uma referência das tradições local, o Cannstatter Volksfest não era apenas o maior festival de Baden-Württemberg, mas também o que tinha um dos maiores parques de diversões de toda a Europa. Cerca de 320 showmens, proprietários de tendas de cerveja e comerciantes de mercado se dedicavam a agradar os convidados no Cannstatter Volksfest.

Stuttgarter Weindorf  -  a festa do vinho  

Mais de 50 camponeses de Weindorf brindavam os visitantes durante 12 dias com iguarias regionais e com os excelentes vinhos de Württemberg e Baden, num tradicional evento que acontecia no pátio do antigo castelo,  de 28 de agosto a  8 de setembro de 2019. O funcionamento da feira era de domingo a quarta das 11.30 as 23.00h e sextas e sábados das 11.30 as 24.00h.

Wine Bar - Rosenstrasse, 32 -

A cidade tinha um autêntico restaurante e wine bar com cozinha regional, o Weinhaus Stetter. Experimente um dos pratos da tradicional cozinha da Suábia: lentilhas, spaetzel e a salsicha tipo Viena e excelentes dos vinhos regionais. Em nenhuma outra cidade alemã, o vinho estava tão presente quanto em Stuttgart, que tinha tradição vinícola de mais de mil anos. Se tiver tempo faça a caminhada dos vinhedos históricos, descendo na parada 7, o Wine Experience romano na parada 6 e o Museu da Vinicultura, que existia desde 1979 e contava os mais de mil anos de história do vinho. Após a visita ao museu, que era gratuita, havia a possibilidade de provar os vinhos regionais na Enoteca do museu.

Os vinhos tintos regionais:  trollinger, schwarzriesling, e spätburgunder

Onde comer 

Friedrichsruh -  In den Stubennweinbergen, 1 – 

Era quase um beergarden, com mesas internas e várias mesinhas no jardim. Serviam uma deliciosa comida alemã e cervejas bávaras. Também tinha opções vegetarianas. Quando visitar, aproveite para conhecer a Rottemberg Kapelle, um mausoléu do século XIX,  que ficava quase ao lado.

Onkel Otto – Boeblinger Strasse, 14 –  

Era um típico restaurante/cervejaria alemã, onde os locais se reuniam para comer o melhor Schnitzel Vienner da região e tomar umas bier. As porções eram até meio exageradas e pedindo um bife, servia bem a duas pessoas. Alem de comidas alemãs, serviam vários pratos da cozinha européia central.

Restaurante Carls Brauhaus – Stauffenbergstraße, 1 -

Caminhando pela Königstrasse, logo encontraria o Carls Brauhaus, um restaurante e cervejaria tradicional. Aqui a pedida era o joelho de porco ou o Maultaschen, um tipo de ravióli recheado com um produto exclusivo.

​Onde dormir

​Best Western loftstyle Hotel - Stuttgart-Zuffenhausen  - $$$  -  Zazenhäuserstrasse,  106 -

Todos os quartos possuiam camas modernas e confortáveis, frigobar, micro-ondas,  TV HD, banho privativo e acesso gratuito a internet. Servia um bom café da manhã e oferecia estacionamento coberto.

ibis Hotel Stuttgart City - $$$ -  Presselstrasse, 15 -  Norte –

Os quartos eram de bom tamanho,  modernos e confortáveis, dotados de ar condicionado, TV, uma mesinha auxiliar, um banho completo e acesso gratuito a internet. O café da manhã era servido das 4.00 as 12.00h, no Café Hopfen & Malz, que também servia almoço e jantar. Outras facilidades era o estacionamento, quartos para não fumantes, comodidades para portadores de necessidades especiais, bar e loja de câmbio. A equipe da Recepção se comunicava e alemão, inglês, croata, grego, russo, filipino e até em cearês.

​IBIS Styles Stuttgart  - $$ - Teinacher Strasse, 20 - Bad Cannstatt -

Está localizado no histórico bairro de Bad Cannstatt, a apenas 150 metros da Mineralbad e apenas a 5 km do centro da cidade. Todos os quartos estão disponíveis para não fumantes, são dotados de camas largas e modernas, ar condicionado, TV via satélite e um banho privativo completo. ​O pub e o restaurante Mike's Urban, servem café da manhã e uma grande variedade de pratos regionais e internacionais. Já o lounge-bar Success oferece coquetéis, cafés especiais e petiscos. Aos hóspedes eram oferecidos como cortesia chás, café e água, à disposição no saguão até as 22:00h.

 

Maritim Stuttgart  Hotel - $$$$ - Seidenstrasse, 34 - Centro -

Ficava em frente ao Bosch-Areal ( Complexo de lojas e cinemas ) e ao Liederhalle ( centro cultural e de Congressos ) e a 15 minutos a pé da Estação Ferroviária Principal. Oferecia quartos modernos e amplos, com TV via satélite, internet e um banho privado e completo. Dispunha de Academia, sauna e SPA moderno e piscina coberta. Os restaurantes Rôtisserie, Reuchlin e Liederhalle serviam cozinha alemã e internacional.

 

 

Supermercados na Alemanha

 

Uma das boas coisas a fazer qualquer viagem, era dar um rolê pelos Supermercados com aquela imensidão de produtos diferentes dos que estamos acostumados. Cada vez que entramos em um Supermercado na Alemanha, dá uma vontade de comprar de tudo um pouco.

Supermercados populares - O conceito de popular referia-se a Supermercados de menor porte. Possuem menos variedade de marcas e de produtos sofisticados e são mais voltados para o consumo “básico” e em geral instalados nos bairros. Em média, são um pouco mais baratos, mas a diferença não é tão grande em relação aos demais. Redes que se enquadram nessa categoria: Aldi Süd, Lidl, Netto, Norma e Penny.

Supermercados intermediários - Reúnia os Supermercados que possuiam os produtos mais básicos e também alguns produtos mais sofisticados. Era possível encontrar preços mais baixos em alguns tipos de produtos e caríssimos em outros. As lojas variavam de padrão: existiam filais com lojas grandes e mais arrumadas, e as de bairro, com uma variedade pequena de produtos. Faziam parte desse grupo: Edeka e a Rewe, uma das maiores redes da Alemanha.

Supermercados sofisticados - Eram os Supermercados com mais opções de produtos sofisticados, e lojas com padrão de serem maiores e mais arrumadas. Os preços eram bem parecidos se comparados aos mercados mais populares ou intermediários. Estavamenquadrados nesta categoria: o Kaufland, que podia ser considerado um hipermercado, e o Tegut, um Super, instalado no subsolo do Aeroporto de Frankfurt e uma ótima referência para chegar mais cedo para o embarque e dar um giro em torno de suas gôndolas.

Hipermercados -  Era tradicionalmente onde se encontrava de tudo. As maiores redes na Alemanha eram a MarketKauf, o Metro e a Real.

Observações importantes

Caixas automatizados - Em alguns supermercados na Alemanha, existiam caixas automáticos, onde você mesmo passava o código de barras dos produtos e fazia o pagamento com dinheiro ou cartão de crédito. Entretanto, alguns produtos precisam do OK de um fiscal (bebidas alcoólicas), e nesse caso acabava levando mais tempo do que o caixa “normal”.

Marcas próprias - Quase todos os mercados tinham produtos com marcas próprias, e em geral de excelente qualidade. O Rewe, por exemplo, tinha produtos das marcas Ja! e Rew” que eram muito mais baratos do que os produtos de marcas conhecidas.

Sacolas plásticas - Nenhum dos supermercados na Alemanha forneceia sacolas plásticas, independente do valor de sua compra. Como cobravam em média 10 centavos de Euro, o melhor era levar a própria sacola.

Devolução de embalagens - Repare nas etiquetas dos produtos ou na nota fiscal da compra a cobrança de um valor pelo Pfand. Esse valor se refere ao preço da embalagem, que você paga no ato da compra e tem direito a receber de volta se levar novamente até um supermercado. E a devolução nem precisa ser feita no mesmo local da compra, pode ser em qualquer outro, inclusive de outras redes, menos quando se trata de marca exclusiva de cada mercado. Em alguns mercados esse processo é feito automaticamente em máquinas onde se insere a embalagem (vidro, lata, plástico, etc. ), em outros é feito diretamente no caixa.

Água engarrafada -  Quando comprar água no supermercado,  procure  as garrafas que trazem no rótulo a expressão Still, para água sem gás. As marcas Classic e Naturel  vinham com gás. Mais uma recomendação com relação a água potável/mineral e demais bebidas em território germânico: toda bebida que trazia a expressão Schorlle, vinha acompanhada de gás. Não tinha gás o que viesse com a expressão Apfelsaft.

Horários de funcionamento - Os supermercados não abriam aos domingos e funcionavam das 9.00 as 21.00h. Quando estiver no horário de encerramento você será informado e convidado e finalizar suas compras.

Às compras

 

Quando estiver circulando pela Alemanha e quiser fazer algumas compras ou até mesmo bisbilhotar lojas, shopping e supermercados, aqui vão algumas dicas:

 

Butlers -  artigos para casa, utensílios de cozinha, enfeites, cama e mesa, itens para festas, brinquedos, etc.

dm  - praticava o mesmo estilo de negócio da Rossmann.

Deichmann   era uma grande loja de calçados que sempre tem promoções.

Depot -  atuava na mesma linha da Butlers.

Douglas  era uma grande rede de perfumaria e a mais conhecida da Alemanha.  

Karstaad trabalhava no  mesmo estilo da Kaufhof. Seu setor de chocolates era imperdível.

Rossmann  era um lojão que vendia de produtos de beleza a loja de conveniência e supermercados.

Kaufhof   era uma loja de departamentos das mais antigas e tradicionais da Europa. Tudo que possa imaginar eles tinham para vender, com excessão dos artigos da linha branca e de material de construção. A área de alimentação era enorme e completa, perdendo só para a área de alimentação do Shopping Siam Paragon, em Bangkok.

 

Dicas para ajudar a se comunicar na Alemanha

Por favor = Bitte

Obrigado = Danke

Até logo Auf wiedershen

Você fala inglês ou espanhol? = Sprechen sie english oder spanisch?

Menu Speisekarte

Prato especial do dia = Tageskarte

Água = Wasser

Cerveja = Bier

Vinho = Wein

Saúde! = Prost! (para cerveja) ou Zum wohl! (para vinho)

Café-da-manhã = Frühstück

Almoço = Mittagessen

Jantar = Abendessen

Salsicha = Wurst

Mostarda = Senf

Apimentada = Scharf

Chucrute = Sauerkraut

Carne grelhada = Rostbrätil

Carne bovina = Rindfleisch

Carne suína = Schweinefleisch

Peixe = Fisch

Frango = Hähnchen ou Huhn

STUTTGART 2.jpg
STUTTGART 5.jpg
bottom of page