top of page

SARAJEVO e MEDJUGORE - Bósnia-Herzegovina - 2/2


     







 

 

 

 



 

 

 


 

Onde comer

Caffe slastičarna Badem
-  Ferhadija, 43 -

Era uma boa opção de lanche para o final da tarde. Na entrada, deparava-se com uma vitrine cheia de doces, que podiam ser saboreados no local ou acondicionados para viagem. Serviam bebidas quentes e geladas, cafés, cappuccinos, drinks de chocolate ou café.  O serviço ficava a desejar, dependendo do humor dos atendentes.

Fiori Ristoranti - Antuna Hangija, 67 –

Afirmavam que era onde serviam a melhor  comida italiana da cidade. Destaque para as pastas, aspargos, os raviólis e as carnes ao ponto. Ambiente agradável, boa carta de vinhos e sobremesas deliciosas. 

Merak Ferhadija, 35 -

Era uma pequena lanchonete, que servia pizzas e Bureks deliciosos e de vários sabores. As pizzas eram vendidas em fatias ou inteiras. Eles usam uma estratégia muito boa pra convencer os clientes a entrar: Quando acabavam de assar uma pizza, abriam a janela que fica ao lado, e um funcionário abanava a pizza para o cheiro sair pra rua e atrair os passantes. Realmente funcionava e sentia-se o cheiro, muito antes de chegar ao lugar. Não tinha como passar direto e não parar. Provavelmente seria um dos poucos lugares onde o turista era bem acolhido.

Nanina KuhinjaKundurdziluk, 35 -

Era um tradicional restaurante que servia café da manhã, almoço e jantar, acompanhados de música, as quintas, sextas e sábados. Ficava numa ruela ao lado da Praça dos Pombos. Tinha mesas no lado de fora e dependendo do tempo, era uma boa ficar apreciando o vai e vem dos moradores e turistas. 

Onde dormir

Aparthotel Centar Sarajevo - $$$$ - Muamera Omerbegovića, 14 -

Gate of Sarajevo Heritage Hotel - $$$ -  Bentbasa, 11 -

Hotel Ecco De Luxe -  $$$$ - Ferhadija,  2  -

Hotel Grad - $$$$ -  Safeta Hadžića, 19 –

Hotel Hayat –  $$$  - Abdesthana, 47 –

Hotel Story -  $$$$ -Saliha H. Muvekita, 4 –

Sarajevo

Medjugorje

A Bósnia-Herzegovina tinha outra cidade famosa, principalmente para os católicos pelo mundo à fora. Era a pequena Medugorje, citada como um dos lugares onde Nossa Senhora, teria aparecido para umas crianças. Estivemos lá, quando retornávamos de Dubrovnik para Zagreb, por conta da fé de minha esposa Lúcia. Depois de 3 horas dirigindo por uma estrada pavorosa, montanha acima e cheia de curvas e buracos, chegamos no lugar, que estava entulhado de turistas de todas as partes, que chegavam em mais de 200 ônibus de excursões. O povo local, que segundo dizem as más línguas, teria inventado, essa estória do aparecimento da Virgem Maria, para criar uma atração para um lugarejos, perdido no meio do nada. Mesmo que isso não tenha sido verdade,  eles não mereciam a fama que o lugar conquistara: Contrastando com o pessoal de Sarajevo, aqui eles tratavam mal os visitantes, exploravam mesmo os turistas, cobrando preço exorbitantes para qualquer coisa e até pareciam demonstrar que o visitante não era bem vindo.

O pior era que não ficava só nisso...

O que se poderia chamar de atrações para o visitante, recebia um tratamento ridículo. A pequena igreja era franciscana, e além de um singelo altar, tinha apenas uma pequena imagem da Santa, num dos lados. Na parte dos fundos do prédio, havia uma ampla área ( tipo anfiteatro ) ao ar livre, onde os fiéis se reúniam  para assistir missa ou palestras. E o que não faltava, era público para assistir os cultos. Espalhadas pela enorme área, havia várias capelinhas, onde em pequenos grupos os visitantes se ajoelhavam para rezar. Chegar ao local onde teria acontecido o aparecimento da Virgem Maria, que era de difícil acesso, ficava no alto de um morro, onde não havia escadaria e muito menos um caminho, preparado para facilitar a vida dos turistas.

 

Dava pena ver cadeirantes e pessoas idosas, num esforço danado para chegar até o local onde existia apenas um cruz de madeira e algumas flores.  Não conseguimos descobrir porque eles insistiam em manter o acesso a esse local em estado bruto,  praticamente desestimulando a aproximação da referência religiosa. Depois dessa frustração, e do tratamento anti-turistas,  ainda bem que na volta encontramos uma super auto-estrada, que acabara de ser inaugurada, e que nos levava rapidamente até a encantadora Split. Deu prá ti Medjugore!

SARAJEVO 3.jpg
SARAJEVO 9.jpg
bottom of page