top of page

PILSEN  -  Terra da cerveja Pilsner Urquell e da Skoda -
República Tcheca 

PILSEN 2.jpg

 

As informações e recomendações inseridas neste texto, objetiva facilitar seu programa de viagem para visitar esta encantadora cidade tcheca. Escolha o que pretende conhecer e monte seu roteiro para melhor aproveitar sua passagem por aqui... 

ETIAS 2025 - Autorização para entrar na Europa

Anunciado em 2016, o  European Travel Information and Authorization System (ETIAS) — Sistema Europeu de Informação e Autorização — está cada vez mais próximo de ser concretizado. A nova regra de entrada de estrangeiros na Europa se baseia no sistema americano, com maior segurança e será válido a partir  de 2025, ainda sem data para início dos procedimentos.. O sistema verificará as credenciais de segurança e cobrará uma taxa (atualmente divulgada como sete euros) dos viajantes que visitam os países-membros do Tratado de Schengen, para fins de negócios, turismo, médicos ou de trânsito. Os viajantes, que atualmente visitam a Europa sem Visto, podem entrar na UE e nos países-membros de Schengen, gratuitamente e sem qualquer triagem de segurança digital antes de sua chegada à Europa. Vale lembrar que o ETIAS não será um Visto, mas uma autorização de viagem para viajantes que não precisam de Visto Consular para visitar a Europa.

Os registros históricos afirmavam que desde antes da criação da cerveja pilsen, mais precisamente no ano 1295, o Rei tcheco Venceslau II, já permitia que os cidadãos da cidade de Pilzeň fizessem sua própria cerveja. Entretanto, a cerveja produzida não tinha um padrão de qualidade almejado. Por conta disso, o povo não estava contente com a sua cerveja. E certa vez, os Conselheiros da cidade, mandaram jogar fora 36 barris de cerveja, pois consideraram aquela  produção de má qualidade.

A partir desse fato, foi criada a Cervejaria Municipal, que se tornou uma espécie de Academia da Cerveja, onde as pessoas se reuniam para beber e avaliar a qualidade das bebidas produzidas localmente. Mais tarde, o cervejeiro Josef Groll, combinando lúpulo de Žatec – região fértil da República Tcheca, que produzia lúpulo da melhor qualidade, que se exportava para o mundo todo – água e um malte mais claro, criou a cerveja pilsen, em 1842, e nem poderia imaginar que seu invento se tornaria o padrão de qualidade de todas as cervejas claras. Assim, foram construindo a tradição secular da cerveja tcheca, e sua arte de produção foi passada de geração à geração.

 

Situada no meio do caminho entre Praga e metrópoles importantes da Bavária, Pilsen prosperou financeiramente e cresceu, atraindo artistas, arquitetos, intelectuais, líderes religiosos e toda uma elite poderosa, chegando a ser a 3ª maior cidade da Boêmia (atrás apenas da capital e de Kutná Hora), e até servira de sede provisória do Império Habsburgo. A herança de tanta riqueza e importância, gerou a sua maior atração de hoje: um centro antigo lindíssimo e colorido, com teatros, igrejas e prédios de vários estilos, desde o gótico até o funcionalista, passando por muito barroco e pelo jügendstil (o art nouveau deutsch). O clima da cidade era leve, suave e alegre. Com a enorme contribuição do anel de parques que cercava o centro, ela combina perfeitamente a movimentação de uma metrópole com o ar de uma vila do interior.

 

Os restaurantes e bares, lembravam em todos os cantos, que aqui era a terra do tipo de cerveja mais popular do planeta, a pilsen, e veneravam a pureza da bebida tirada direto dos barris da sua amada Pilsner Urquell, a fábrica cujo tour sugerimos para os cervejeiros e até para os menos inseridos em atividades hidráulicas e também para os curiosos de plantão.

De Praga a Pilsen de trem

Para pegar o trem era preciso ir até a Estação Praha Hlavní Nádraží. A melhor maneira de chegar até lá, era pela linha C do Metrô e descer na parada Hlavní Nádraží, que ficava praticamente dentro da Estação de Trens. Os trams 5, 9, 15, 26, 55 ou 58 também  deixavam próximo da Estação Férrea.

Era várias as saídas com destino a Pilsen, e a passagem podia ser comprada no guichê, onde vendiam passagens para destinos tchecos. O bilhete de ida e volta, saia por 220 coroas tchecas  e não precisava determinar o horário de retorno, então já podia fazer a compra da passagem de volta. Os ônibus da Student Agency (studentagency.cz), ofereciam reservas online mais fáceis e Wi-Fi durante a viagem, partindo da Estação do Metrô Zlicin, em Praga, para a Estação Rodoviária Central de Pilsen. As passagens de ônibus custavam 100 coroas em cada sentido, ou cerca de US$ 6,00, quando o dólar era cotado a 16,70 coroas.

 

O que visitar

 

Pilsen não tinha os morros de Český Krumlov e Karlovy Vary, que garantiam uma paisagem imponente e encantavam os turistas. Mas justamente por ser praticamente plana, era agradável para uma caminhada fácil e tranquila, por entre suas atrações. Se fizer questão de encontrar um ponto alto para enxergar tudo isso de cima, a Catedral de São Bartolomeu – a maravilha gótica no meio da praça principal – tinha a torre mais alta do país e com certeza satisfaria sua curiosidade.

 

Comece com um passeio tranqüilo e sem pressa, pelo centro antigo e o depois faça o tour pela Cervejaria  Pilsner Urquell. A primeira sugestão era indicada para todos os tipos de viajantes e permitia que se encaixasse várias outras atrações, se tiverem curiosidades específicas sobre Segunda Guerra, arquitetura, cerveja, arte e muito mais. A próxima era absolutamente imperdível para quem ama cerveja e sua história.

 

Centro antigo

A área tinha exatamente 23 quarteirões, todos ao redor da Praça da República (Náměstí Republiky), a principal da cidade e onde se devia permanecer por mais tempo para admirar os prédios e as esculturas. Era um grande e amplo quadrilátero, com apenas uma referência física em um dos lados.

A Cidade subterrânea  - Veleslavínova, 6 -

Havia uma cidade subterrânea construída no século XIV, para conservar e vender alimentos, manter poços e caldeiras. Esse núcleo histórico subterrâneo abrangia uma extensão  de cerca de 19 km. A rota percorrida nesse passeio era quase 800m de comprimento e acontecia a uma profundidade de 9m a 12m abaixo da superfície. Por isso, era necessário que os visitantes ussasem capacetes de segurança. Era recomendado levar um abrigo ou  um casaco, independente se o dia estiver quente ou frio, pois lá em baixo a temperatura ficava em torno de 6°.

 

Funcionamento:

  • De Outubro a Março - abria diariamente das 10.00 as 17.00h.

  • De Abril a Setembro - abria diariamente das 10.00 as 18.00h.

Os tours com Guia em inglês, aconteciam diariamente as 11.20 e 14.20h e tinham duração de 50 minutos.

 

Anel de parques  - Sadový okruh

O passeio pelo centro incluia uma caminhada pelo magnífico anel de parques ao seu redor. Era formado por vários pequenos parques, que se conectavam dando uma volta quase completa na área mais bonita de Pilsen, e foi criado onde ficavam as muralhas de proteção da cidade.  Os parques eram lugares perfeitos para relaxar e procurar um bar, um Café ou um restaurante, quando se quizesse dar um tempo aos prédios. Melhor ainda seria quando o passeio acontecer na primavera ou no verão, quando o astral da cidade se tornava maravilhoso.

Catedral de São Bartolomeu -  námesty Republiky, 301 -

O principal marco da cidade, começou a ser construído junto com ela, mas levou mais de 200 anos para ficar pronto. Se tiver fôlego, não deixe de subir os 301 degraus até o Observatório da Torre, para ver a cidade de cima. A torre era a maior em uma igreja na República Tcheca, com quase 103 metros até a ponta do topo. Abria a visitas diariamente das 10.00 as 18.00h e a última entrada era as 17.20h.

Estação Móvel - Estação ferroviária Jizni Predmesti -

A poucas quadras ao sul da praça principal, a Estação Móvel, que foi inaugurada em 2000, era parte da Estação de Trens, e  parte era um espaço de artes. Em uma seção, os usuários partiam para os subúrbios após um dia de trabalho. Do outro lado da rua, uma parte não utilizada da Estação foi transformada em um centro cultural alternativo.

Grande Sinagoga - Velká Synagoga - Rua Sady Petatricantniku, 35/11.

Era a segunda maior Sinagoga da Europa, e a terceira maior do mundo. O prédio, terminado em 1888, era muito bonito e mostrava a pujança judaica da época. As duas torres majestosas chamavam a atenção. Mesmo altas, segundo o projeto original, eram para ser mais altas ainda, porém o Conselho Municipal não aprovou, porque assim a Sinagoga competiria com a Catedral próxima. Na Sinagoga, eram realizados rituais religiosos, tinha uma sala de exposição e por sua excelente acústica, promovia freqüentes concertos. O ingresso custava 70 Czk para adultos e 50 para estudantes e idosos. Abria à visitação de abril a outubro, das 10.00 as 18.00h. exceto aos sábados e em feriados judaicos e festivais.

 

Memorial Patton – Pobrezni,  10 -

Quem se interessava pela história da Segunda Guerra, provavelmente saiba que em 1945, a cidade de Pilsen chegou a ser libertada do domínio das tropas nazistas, pelos soldados dos Estados Unidos, liderados pelo general George S. Patton.  Entretanto, ele e suas tropas foram impedidos de prosseguir até Praga, e o país acabou definitivamente nas mãos dos soviéticos, que estabeleceram a ditadura comunista que durou até 1989. O Memorial Patton, era o único elemento da República Tcheca dedicado ao Exército americano e uma das formas que os habitantes de Pilsen acharam para agradecer ao General e seus comandados, pela tentativa de evitar que ficassem do lado leste da Cortina de Ferro. Abria de quarta a domingo, das 9.00 as 16.00h e o Ingresso para adulto custava: 70 CZK - Estudantes, crianças e idosos: 40 CZK.

Muzeum Loutek -  Museu de Marionetes –  Namesti Republiky 137/23 –

Celebrava uma antiga forma de arte tcheca. A casa do final do período gótico, maravilhosamente restaurada, era repleta de espetáculos com marionetes automatizados, e marionetes e fantoches históricos, incluindo versões originais dos favoritos locais, como Spejbl e Hurvinek, uma dupla humorística de fantoches criada em Pilsen, na década de 1920. A combinação de exposições interativas com a linda atmosfera do Velho Mundo, o tornava um ambiente adorável, mesmo para os não apreciadores desse tipo de arte.

 

Skoda Works

A devoção industrial e que mais tarde se tornaria no conglomerado Skoda, foi originalmente estabelecida em Pilzen, e na Áustria-Hungria, pela nobre família Waldstein, em 1859. Foi adquirida pelo industrial Emil Skoda, em 1869. Em 1899, tornava-se uma sociedade por ações. Muito antes da Primeira Guerra Mundial, a Skoda já havia se tornado uma das principais empresas industriais da Áustria-Hungria, produzindo além de armas pesadas, munições e outros produtos militares; possuía 35.000 funcionários em seu Complexo principal, somente em Pilzen. A empresa manteve seu papel na recém-criada nação da Tchecoslováquia, após a Primeira Guerra Mundial.

 

Em 1923, criou seu inconfundível logotipo azul com uma seta alada. Quando a Alemanha assumiu a metade ocidental da Tchecoslováquia, em 1939, a Skoda se tornou um arsenal para os militares alemães, produzindo tanques Panzer 35 (t), destroieres Jagdpanzer 38 (t), destroieres K1, obuses K1, entre outros equipamentos e armas. Após a guerra, o Governo comunista da Checoslováquia nacionalizou o Complexo Industrial de Pilzen, que continuaria a desempenhar um papel e importância semelhantes por muitas décadas.

 

Techmania Science Center -  U Planetária 2969/1 -

Era um novo centro de tecnologia, que introduzia ciências aplicadas aos jovens. Apresentações ao vivo sobre eletricidade e magnetismo, se somavam ao manuseio de geradores Van de Graaff, ainda em funcionamento, scanners de bagagem, turbinas e motores de locomotivas. As explicações eram em tcheco, inglês e alemão.

 

Museu da Cerveja  - Pivovarské Muzeum

 

A República Tcheca deve ter mais de 40 museus de cerveja, e como estará numa cidade historicamente cervejeira, aqui funcionava numa antiga fábrica da bebida dos anos 1400, este que é gerido pela Pilsner Urquell  e que garante um nível mínimo de qualidade.

 

Museu da Plzeňský Prazdroj - U Prazdroje, 64/7 -

Segundo informações do Czech Tourism, instituição oficial do turismo na República Tcheca, este era o único museu do mundo instalado nos prédios de cervejaria original, onde o método, introduzido em 1842 por Josef Groll, era  mantido até hoje. A fórmula de sucesso, foi a base da marca Pilsner Urquell, conhecida como a melhor cerveja pilsen do mundo. Ao contrário do tour à Cervejaria Pilsner Urquell,  o museu mostra a história da cerveja na humanidade e também na cidade.

 

Funcionamento:

  • De abril a Setembro, a visita à fábrica podiam ser feita de segunda a domingo, das 8.00 as 18.00h;

  • De Outubro a Março, a visita à fábrica acontece de segunda a domingo das 8.00 as 17.00h.

           

Ingressos:

  • Adultos: 250 CZK ou 10 EUR com tour disponível em inglês, alemão, francês, espanhol, italiano e russo.

  • 120 CZK ou 4,80 EUR para crianças com idade acima de 6 anos, estudantes com menos de 26 anos, idosos com mais de 70 anos. Duração do tour: 100 minutos.

 

Reserve um tempo para almoçar ou jantar no restaurante, que ficava no mesmo prédio do museu. Vale pela boa gastronomia e pelo belíssimo ambiente.

Tour pela fábrica Pilsner Urquell

A primeira parte do tour pela fábrica da Cerveja Pilsen Original, ia até o setor de engarrafamento, com capacidade para engarrafar até 120 mil garrafas por hora, além de 39 mil latinhas de 330 ml. Depois de ver o processo de engarrafamento, entrava-se no maior elevador da República Tcheca, para conhecer  os ingredientes da Pilsner Urquell, em uma sala interativa. O passeio seguia com um filme sobre a história da cervejaria, que explica o surgimento da cerveja mais famosa do mundo, criada em 1842, nesta cidade. Funcionava das 10.00 as 18.00h. no período de abril a setembro, e das 10.00 as 17.00h no período de outubro a março. Ingresso para adultos eram 90 Czk. Estudantes e idosos pagavam 60 Czk. A fábrica da Urquel fica na Rua Valeslavinova, 6.

 

 

 

Spa de Cerveja

Perto de Pilsen, quem visita a Rodinný pivovar Chodovar, podia aliviar a tensão e destravar a musculatura com os tratamentos dessa cervejaria, com 500 anos de tradição. Seus famosos banhos de imersão a 34 graus combinavam água mineral e os ingredientes da cerveja. Eles ajudavam a combater celulite, acne e ainda melhoravam o sistema imunológico.

Informação importante para quem pensa em brindar na futura visita à República Tcheca:

 

Levante o copo e diga Na Zdraví!, desejando saúde a quem estiver junto. Sem colarinho nem pensar, mas pode gostar de mais ou menos espuma, no copo de cerveja. Veja os nomes dos 3 modos de servir nos restaurantes e bares de Pilsen:

  • Hladinka: a mais tradicional, com três dedos de espuma;

  • Na Dvakrat: fica meio a meio;

  • Milko: com bastante espuma, costuma ser a saideira.

 

As cervejarias

Apesar da abundância de atrações culturais, muitos dos melhores empreendimentos em Pilsen eram naturalmente dedicados à bebida preferida da cidade. Explorando a tradição da Pilsner Urquell, três excelentes cervejarias surgiram nos últimos anos.

Gambrinus

Era uma cervejaria enorme, de propriedade das mesmas pessoas que  administravam a Pilsner Urquell,  patrocinadora da primeira divisão do futebol tcheco. Abriu seu primeiro centro para visitantes, em 2018, apesar das visitas estarem disponíveis apenas em tcheco, por ora. Mas no centro da cidade, um novo bar da Gambrinus, chamado Sedmy Nebe, oferecia a cerveja em um ambiente adequado: um elegante bar de esportes moderno.

Pivovar Groll

Apenas duas cervejas eram servidas nesta pequena cervejaria, em homenagem ao mestre cervejeiro bávaro, quem primeiro acendeu as caldeiras da Pilsner Urquell: uma lager, leve ao estilo da cidade natal, bem como uma amber lager clara, não filtrada, com notas ricas de malte e uma espuma cremosa e de longa duração.

 

Purkmistr

Era a melhor entre as pequenas e estava situada no sul da cidade, lar do Festival Slunce ve Skle, que era realizado em meados de setembro, quando são oferecidas cervejas de 40 várias cervejarias independentes. A cervejaria também contava com quartos para hóspedes,

Klub Malych Pivovaru, ou Clube das Pequenas Cervejarias -

A melhor notícia para os turistas sedentos, podia ser um bar jovem e descontraído, cujo aspecto encardido não dizia que era, agradavelmente para não fumantes. Quatro torneiras rotativas ofereciam cervejas incomuns de produtores regionais tchecos e bávaros, com várias especialidades peculiares disponíveis em garrafas, como a duplo bock Regenator, da  marca alemã J.B. Falter Embora sua decoração desorganizada, de quarto de bagunça, deixasse  a desejar, os fãs de cervejas provavelmente ficariam satisfeito com sua combinação de mesas de piquenique, sujeira e bugigangas obscuras relacionadas à cerveja.

A Grande Sinagoga

Onde dormir

 

Para dormir na cidade, não fazia sentido se hospedar fora do centro antigo ou nos seus arredores próximos, se a intenção da viagem era  apenas turística.

 

Courtyard by Marriot Pilsen - $$$$ - Sady, 5 - Kvetna 57 –

Estava situado no Complexo Multifuncional do Centro Diplomata, a poucos minutos da Praça da República, no centro da cidade. Os quartos elegantemente decorados e suítes com ar-condicionado, mesa auxiliar, quartos amplos e dotados dos requisitos básicos da moderna hotelaria. Oferecia café da manhã continental, o restaurante e bar Pils`n`Grill, academia, business Center e estacionamento privativo.

 

Ibis Hotel Plzeň – $$$ - Univerzitni, 65 - 

Beneficiando por sua localização tranquila, na zona comercial de Borska Pole, disponibilizava um restaurante com comodidades para reuniões. Todos os quartos climatizados e insonorizados, tinham TV de tela plana, acesso gratuito ao Wi-fi. e  banho com ducha e secador de cabelo.  Os hóspedes podiam relaxar no terraço ou jogar mini-golfe.O Restaurante Sud&Cie servia pratos da cozinha local e internacional. O estacionamento era próprio e gratuito.

Hotel Central - $$$$ - em frente a Praça da República -

Os quartos possuiam área de estar, frigobar, banheiro completo, com secador de cabelo e produtos de banho gratuitos.  O centro de bem-estar dispunha de sauna, solário e banheira de hidromassagem, academia e estacionamento privativo. O Wi-Fi era gratuito. O restaurante era especializado em pratos tchecos e internacionais.

 

Hotel Continental  - $$$ -  Zbrojnicka 8 –

Estava instalado num prédio histórico, construído em 1895, localizado no centro da cidade. Oferecia acomodações em quartos e suítes recentemente reconstruídos, e em quartos projetados de maneira temática, com o nome de pessoas famosas que passaram por Pilsen. Todos os quartos possuiam TV via satélite, frigobar, banheiro com chuveiro ou banheira e secador de cabelo. Aceitava somente hóspedes não fumantes. O restaurante e o Café, ofereciam não apenas cozinha tcheca clássica do período da Primeira República Tchecoslovaca, mas também variações da cozinha moderna. Para completar o seu menu, podia-se escolher vinhos da República Tcheca ou estrangeiros. O hotel tinha estacionamento pago.

 

Onde comer

Café Beruzka – Drevena, 230 – 

Como o próprio nome definia, era um Café e também uma excelente pastelaria. Era perfeito para um café da manhã, para o almoço ou lanche ao final da tarde. Servia bolos maravilhosos que faziam companhia aos pastéis e ao café.

 

Pizzeria da Pietro Smetanovy sady, 331/4 - 

O cardápio mostrava uma pequena variedade de famosos pratos italianos, saladas e uma sopa de tomates frescos e suculentos. Como prato principal, se podia escolher entre pizzas regulares e especiais. Todos os ingredientes eram frescos e 100% italianos. Os daqui afirmavam que era a melhor pizza da cidade. Prepare-se porque os pratos eram muito bem servidos e dependendo de seu apetite, um prato servia duas pessoas.

 

Rango Restaurante - Prozska, 89/10 -

Era um belo e sofisticado restaurante, recomendado principalmente para um jantar romântico. O atendimento e a comida eram excelentes. Peça para ser acomodado no subsolo, onde o visual era mais agradável e acolhedor. Também poderá optar pelas mesas do hall ou na calçada em frente. Os garçons eram bastante educados e falavam um inglês, com forte sotaque tcheco.

TRADICE Pilsner Urquell Original Restaurant   – Radlicka, 806/ 18  - ao lado da fábrica da Pilsner Urquel –

Era um restaurante típico, com ótima decoração, bom atendimento, preço bom e servia comida de ótima qualidade. Entre vários pratos típicos da cozinha tcheca, oferecia um excelente goulash e um prato chamado Praga Feast, muito apreciado pelo pessoal da cidade. Além de muita cerveja!

 

Pilsen.jpg
PILSEN 3.jpg
PILSEN 4.jpg
PILSEN 7.jpg
PILSNER URQUEL.JPG
bottom of page