top of page

 PORTO ELIZABETH e NELSON MANDELA BAY -  África do Sul

 

Porto Elizabeth

 

As informações e recomendações inseridas neste texto, objetiva facilitar seu programa de viagem para visitar esta interessante cidade sul-africana. Portanto, escolha o que pretende conhecer e monte seu roteiro para melhor aproveitar sua passagem por aqui ...

Observada por uma escultura em metal de Nelson Mandela, a Route 67 em Port Elizabeth é uma trilha excitante que combinava os melhores elementos – históricos e modernos – do povo e da cultura de Eastern Cape. Um dos elementos mais memoráveis da Route 67 – uma coleção de 67 obras de arte celebrando os anos que Nelson Mandela devotou à vida pública – era o imenso mosaico na base da pirâmide.

Admirando este mosaico, verá os melhores elementos de Eastern Cape: o povo nativo da Província, os colonizadores, as personalidades contemporâneas do esporte, cenas do Karoo completas, com os moinhos de vento e as cabras-de-leque, paisagens náuticas e até mesmo as modernas rotatórias. Passeie pelos degraus coloridos que passavam por várias obras de arte que continuavam a contar a história sul-africana. Olhe novamente para o Farol e verá uma parede adornada com um imenso conjunto de figuras: passageiros de táxi, vendedores de jornais e trompetistas de jazz, para citar alguns.

Comece a jornada pela Donkin Reserve, no Belmont Terrace, em um antigo Farol que abrigava o escritório de turismo de Nelson Mandela Bay.  Aqui encontraria cercado de um conjunto de riquíssimas igrejas vitorianas antigas; casas geminadas reformadas em Donkin Street; e um Farol que antigamente guiava os navios para dentro da Algoa Bay. Sir Rufane Donkin, o fundador de Port Elizabeth, construiu ali uma pirâmide de pedra em memória de sua esposa, onde inseriu uma mensagem: Em memória de um dos seres humanos mais perfeitos, que deu seu nome à cidade abaixo. Em cima da colina, a maior bandeira sul-africana do mundo proclamava o status democrático do povo do país.

Em meio a marcos memoráveis, vamos descobrir que foram adicionados elementos mais contemporâneos. Havia uma imensa escultura em metal de Nelson Mandela, com o punho erguido em triunfo, liderando uma fila de sul-africanos representando os cidadãos que votaram nas primeiras eleições democráticas do país, em 27 de abril 1994. Por entre o gramado, havia obras em vários tons de azul, no formato de velas de navios. Perto das casas geminadas, um imenso conjunto de tubos prateados que, com os famosos ventos de Port Elizabeth, criavam uma música incrível. E do outro lado do elegante Edward Hotel, havia uma estátua de aço inoxidável retratando uma mulher segurando uma cadeira – ela representava a contribuição das mulheres, do passado e do presente, a Nelson Mandela Bay.

Se agora precisar de um descanso, vá ao Phoenix Hotel. Remontando a 1837, estas antigas termas eram cheias de itens de coleção, fotografias e memórias, que ofereciam assunto para várias conversas. O encontro entre o novo e o antigo era um tema recorrente, que começava com um friso arqueado de um antigo Campanário, que retratava a herança da cidade por cerca de dois séculos. Na estrada, uma estátua da Rainha Vitória ficava em frente aos viadutos Settlers’ Way e à Estação de Ônibus, onde um caleidoscópio de murais de street art refletia a vida e a época da cidade de Port Elizabeth, do século XXI.

Alguns quarteirões antes da Donkin Reserve ficava o Athenaeumonde um mosaico circular retratava a harmonia na natureza refletida em um pilar prateado. Em seu interior, a luz natural iluminava mostras permanentes e temporárias, que incluiam uma coleção de trabalhos em contas, feitos por talentosos artesãos do Cabo Oriental. A Route 67 foi projetada como um importante polo turístico para a cidade, homenageando sua herança, cultura e arte. Ao ficar ao lado de Mandela, levante seu punho, e deseje o bem para a cidade de Port Elizabeth e para seu povo…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O que visitar

City Tour no Centro Histórico de Port Elizabeth

A arquitetura era o forte dessa região, com esculturas, estátuas e um pequeno comércio com lojas. Era uma área para ser percorrida à pé, sem pressa, entrando nos prédios históricos, conversando com as pessoas e fotografando. A Biblioteca Pública Nacional ficava em uma região muito bonita, com prédios históricos em frente ao Market Square, onde funcionava um antigo Mercado do peixe.

 

Fábrica da Hinterveld - Hendrik Van Eck Dve - Riverside Industrial - Nelson Mandela Bay - Kariega -

O Mohair era reverenciado como um dos recursos naturais sustentáveis, ​​mais belos e procurados do mundo. Na Hinterveld, esse ouro da natureza era transformado em produtos luxuosos,  como cobertores, cachecóis, itens de moda atuais, tecidos finos, meias e muito mais.

Nelson Mandela Bay  

Oferecia livre acesso ao Parque Nacional Addo Elephant, bem como a outras reservas privadas e de luxo, que proporcionavam a experiência de conhecer de perto os cinco grandes. Existiam também parques de vida animal menores disponíveis na cidade, para quem não dispunha de muito tempo.

Nelson Mandela Bay Estádio

A Copa do Mundo de 2010 deixara um grande legado para Port Elizabeth. O Nelson Mandela Bay Stadium foi o primeiro estádio da região a ser construído especificamente para o futebol, já que o rúgbi era o esporte mais popular na África do Sul. O Mandela Bay se destacava por sua arquitetura futurista e pela vista que proporcionava para o Lago North End, um dos cartões-postais do país. Destaque para a cobertura, de dar inveja a muitos estádios do mundo todo.

 

Nelson Mandela Bay Municipalidade

Era um dos oito municípios metropolitanos  de categoria A, na África do Sul. Estava localizado nas margens da Baía de Algoa,  no Oceano Índico, na Província do Cabo Oriental , e compreende a cidade de Port Elizabeth , as cidades vizinhas de Uitenhagen  e  Despacht , e a área rural circundante. O nome de Nelson Mandela Bay foi escolhido em homenagem ao ex-Presidente.

Estava localizado a 763 km. ao leste da Cidade do Cabo sendo acessavel pela Rota dos Jardins, e reconhecida como a capital do esporte aquática da África e lar dos criadores e mantenedores da maior colônia de pinguins africanos. A única região que possuia o Big 7 (elefante, búfalo, rinoceronte, leão, leopardo, baleia do sul e o grande tubarão branco) dentro de seus limites municipais. A sua principal cidade, Port Elizabeth era conhecida por sua Costa de mar com mais de 40 km, com uma variedade de praias de bandeira azul e muitas horas/dia de sol.

O turista poderia desfrutar da emoção do Boardwalk Cassino Entretenimento Complex, em Summerstrand; com uma mistura completa de diversão familiar, entretenimento, compras, restaurantes, cinemas, Shopping centers, sofisticados, restaurantes e uma vibrante vida noturna. Fique ao lado da figura de Madiba à frente da Linha de Votação enquanto estica o pescoço para olhar a maior bandeira sul-africana do mundo. Outra três dessas e mais 64 peças de arte podiam ser vistas ao longo da Rota 67.

Porto Elizabeth

Era o centro da indústria de fabricação de veículos automotores do país, seu porto recebia grandes volumes de componentes e matérias-primas para a indústria automotiva. Hoje, os empregos na região eram proporcionados principalmente pelas indústrias automotiva, de alimentação, farmacêutica, turística, agrícola, têxtil e da borracha. Nelson Mandela Bay era apelidada de Detroit of South Africa, enquanto a Uitenhage era a sede da Volkswagen SA, Port Elizabeth era o lar de General Motors e Ford Motor Corporation.

RED Location Museu - Esquina Olof Palme e Singaphi Streets - New Brighton - Gqeberha - 

Era uma dos mais antigos povoados negros que se estabeleceram em Port Elizabeth. O nome era derivado das casas de ferro, corroídas pelo tempo que ficavam com uma cor vermelho escura. Tornou-se um lugar de lutas durante os anos do Apartheid. Muitos líderes políticos e culturais proeminentes nasceram ou viviam em Red.  Os visitantes não eram tratados como consumidores, mas como participantes ativos.

Route 67  - na Donkin Reserva

Era um museu ao ar livre localizado no coração de Port Elizabeth, com vista para a costa onde está a Donkin Reserve, um pequeno parque que presta homenagem a rica história da cidade. Uma escadaria era o início/fim da Art Route 67 e conduzia a parte alta do parque, que tinha também um Farol, uma bandeira, um grande mosaico e uma pirâmide de pedra com vista para o Oceano. Com diversas obras de arte ao ar livre, a Art Route 67 era mais uma homenagem a Nelson Mandela. Ela ia até o porto contando uma história de luta e vida em 67 peças de arte elaboradas por diferentes artistas plásticos sul-africanos.

SAMREC - centro de proteção aos pinguins

Aqui os pinguins estavam bem protegidos na África do Sul. Um dos maiores centros de reabilitação estava em Port Elizabeth, era o SA Marine Rehabilitation and Education Centre (SAMREC).

Hospedagem

Bella Vista Lodge -  Jeffreys Bay

Com vista para a cidade de Belville e as montanhas Boland. Era o seu primeiro porto de escala para conforto elegante e serviço impecável, em um subúrbio residencial tranquilo. Situado no Bellville Park, Campus da Universidade de Stellenbosch. Estava a uma curta caminhada do Centro do Vale do Tyger e do distrito empresarial de Tygerberg.  Estava  situados a apenas 20 km da Cidade do Cabo.  Como Bellvista ficava na periferia da  cidade, as cidades pequenas e encantadoras de Stellenbosch e Paarl, com suas belezas cênicas e rotas de vinhos, eram fáceis de alcançar.

Humewood Hotel – $$$ - Beach Road, 33 - Humewood  -

Estava situado em frente a Kings Beach e ao Complexo de Natação McArthur. Os quartos eram amplos, arejados e dotados de ar condicionado, frigobar, TV de LCD e Wifi grátis.

 

Suni1 Porto Elizabeth – $$$ -  La Roche Drive &, Beach Road - Humewood -

Estava situado a 1,3 km do Boardwalk Cassino, era dotado de excelentes acomodações com os requisitos básicos para uma boa hospedagem, ar condicionado, ótimo banho e café da manhã opcional. Estava próximo de lojas, cafeterias e Supermercados.

Three Small Trees –  B & B -  $$$ - Erith Road, 34 -  Mount Croix -

Localização central, dispondo de churrasqueira e Wi-Fi gratuito, todos os quartos estavam equipados com TV HD via satélite, camas large e confortáveis, ar condicionado e frigobar e Wi Fi grátis.

Town Lodge Bellville - Corner Willie van Schoor Avenue & Mispel Road -

Todos os quartos dispunham de ar-condicionado e TV de tela plana, banheiro privativo com chuveiro e amenidades. A Cidade do Cabo ficava a 20 km, e Stellenbosch estava a 22 km de distância. 

Onde comer

Bridge Street Brewery -  Baakens Valley - Gqeberha  - 1 Bridge Street - South End - 

Funcionava como um Bar Café, Bistrô e Micro-Cervejaria, servindo cerveja própria, pizzas, hambúrgueres, carnes, tapas, enquanto os melhores artistas acústicos da África do Sul tocavam suas canções animando a casa.

Cantina - Fica no The Phoenix Hotel

A fachada do hotel lembrava uma Taverna medieval e seu interior tinha uma decoração retrô, com placas, quadros, e objetos antigos. O chão era de raspas de madeira e os móveis bem rústicos. A comida era excelente, com pratos grandes e bem servidos, certamente, como na época medieval.

Cubata –  Arthur Street, 16B – Sydenham –

A cozinha era portuguesa e o destaque, eram as costelas assadas servidas na companhia de crocantes batatas fritas. Servia outras iguarias da cozinha lusa.

La Kouzina – Broockes on the Beach – Beach Road –

Era um italiano que servia excelentes pastas e pizzas, em ambiente agradável sob atuação caprichada de membros de uma mesma família. Tinha uma bela vista para o mar.

 

Shanna's Portuguese Restaurant – Circular Drive

Era um restaurante familiar e funcionava sob o comando da senhora Shanna, que emprestava o nome ao negócio. Era um ambiente agradável com um menu variado e preços normais. Para quem apreciava a culinária lusa, era uma forte recomendação!

PORT ELIZABETH.jpg
PORTO ELIZABETH.jpg
bottom of page