top of page

BANGKOK - Galerias de Arte   Thailândia  -  6/6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A vida noturna

 

Bangkok era puro agito 24 horas, era fácil de chamar um Grab (tipo Uber), pegar uma coisa rápida no 7Eleven e ainda achar comida de rua boa e barata altas horas da noite. A cidade era segura e famosa pela noite animadíssima.

 

Budda Bar

Tinha música ao vivo toda sexta e sábado. A cerveja era barata, a música era boa variando entre local e internacional, as pessoas eram gente boa e dava para fazer amizades com os locais e se juntar numa mesa. Não tinha muito espaço para dançar, mas assim mesmo galera dançava;

El Chiringuito

Se quiser encontrar pessoas que falassem a lingua latina, esse era o lugar! Era um bar espanhol que ficava na Soi Nana do Chinatown, o novo endereço dos bares hype de Bangkok. A cerveja tinha preço padrão boteco e ainda serviam tapas espanholas;

Moon Bar

Era o rooftop bar favorito dos locais e expatriados. Era o segundo mais alto rooftop de Bangkok, com vista linda e era bem silencioso. Perfeito para casais ou amigos mais discretos;

Play Yard

O melhor do Indie tailandês toca aqui. Não espere ver estrangeiros aqui, mas certamente vai escutar boa música dos melhores e mais famosos artistas nacionais e regionais;

Saxophone Pub

Era o melhor lugar para escutar jazz e blues ao vivo, dançar, encontrar gente interessante e gastar pouco. A localização era ótima e o pub parecia mesmo um pub europeu;

Skytrain JazzBar

Era daqueles lugares que dava vontade de permanecer por várias horas. O clima era agradável e descontraído, a música era boa, os móveis são retrô, a decoração era casual, os usuários em beral erampessoas interessantes de conhecer, locais e estrangeiros, e o valor da bebida era padrão de restaurante.

Khao San Road -

Conhecida como ponto de encontro de viajantes de todo o mundo, a Khao San Road era uma rua na região de Banglamphu, um dos bairros mais antigos de Bangkok. O local reunia um pouco de tudo que a cidade tinha a oferecer. Repleta de hotéis, hostels, agências de turismo, bares, boates, comida de rua, casas de câmbio, lojas, street foods, casas de massagem e garotas de programa que faziam a alegria dos gringos, principalmente os bem mais velhos. Era também o lugar indicado para quem procurasse hospedagem de baixo custo e acesso a todas essas atrações e facilidades.

 

Durante o dia, a rua era tomada pelo comércio de vários tipos de produtos como roupas, acessórios, souvenir e afins. A noite, ela se transforma completamente e o clima de festerê toma conta, com bastante movimento nos bares e visitantes de todos os cantos do mundo, em meio a vendedores oferecendo uma diversidade de comidas típicas. Era na Khao San Road que o viajante encontrava as famosas barracas de insetos, que chamavam a atenção do público, seja para experimentar o escorpião no espeto ou apenas para tirar uma selfieo de recordação. Ali também era possível receber uma massagem em uma das várias cadeiras que ficavam ao longo da rua, enquanto assistia ao vai e vem dos turistas. Para quem gostasse de curtir a noite, a Khao San Road era um local para se divertir, já que os bares com músicas de todos os estilos atraiam muita gente e as boates funcionavam todos os dias da semana.

A rua era tão maluca, que coisa inimagináveis por aqui eram consideradas normais. Por exemplo: era possível fazer qualquer tipo de documento falso e o cardápio com as opções, ficava lá esperando a demanda. Dentre eles, uma carteirinha de estudante, diploma de Faculdade da Harvard, carteira americana de motorista e até mesmo o CPF brasileiro. Tudo na maior legalidade! Tinha mais ainda: quer fazer um terno de primeira ? Tinha varias lojinhas com os alfaiates convidando os clientes para uma roupa feita na hora e sob medida

 

A Kraisri Road, que ficava ao lado da Khao San Road, era bem menos agitada, reunindo um comércio semelhante, tinha bons hotéis e era mais fácil de circular e evitar a chateação do pessoal que oferecia massagens, comidas, bebidas e artesanatos em geral. Não deixe de percorre-la. Era bem diferente do tumulto da sua vizinha Khao San. Todos os caminhos levam a Khao San. Naquela região não tinha Metrô ou trem, o jeito para quem não se hospedasse no entorno era ir de táxi ou tuk-tuk. Ônibus existiam, mas eram confusos e complicados de usar pelos turistas.

Art, Design e Cultura

Eram muitas as Galerias de arte, mercados de design e atrações culturais. Algumas eram destaques:

Arte no Paraíso –- Esplanade Shopping Mall - 4º andar  - Ratchadapisek Road - Din Daeng -

Era o primeiro museu de arte 3D em Bangkok, com todas as pinturas desenhadas por artistas de nível mundial, reunindo mais de 150 pinturas em diversos temas divididas em Aquarium & Safari, Classic, Nature, Fantasy, Modern e Media Art. Era uma experiência única e inesquecível porque saia da mesmice de muitos museus e apresentava nuances jamais imaginadas pelo ser humano. Inclua-o em seu programa de visitas pela cidade.

BACC - Bangkok Art e Cultura Center -  Rama I Road,  939 - Wang Mai, Pathum Wan District -

Era um espaço de arte enorme, com várias galerias independentes, cafés com design e workshops de fotografia, ilustração e muito mais. Ficava na frente do MBK.

Galeria Nacional de Arte – Chao Fa Road, 4 - Chana Songkhram Khet Phra Nakhon -

O prédio principal fora reformado para abrigar exposições e outras salas de trabalho. Atualmente a área de exposição estava dividida em 2 pisos, que eram;

 

Piso térreo - exibia 3 seções, que consistiam em:

 

1. Sala de exposições de Arte de Influência Ocidental  - desde o Rei Rama IV e V que eram arte criada por artistas ocidentais e artes criadas por artistas tailandeses, influenciados pelo ocidente durante o período anterior;

 

2. Sala de Exposição de Pinturas Reais - As ilustrações da literatura mitológica tailandesa Sakuntala, do Rei Mongkut Klao (Rama VI), uma aquarela pintada em 1920 e as pinturas reais do Rei Bhumibol Adulyadej (Rama IX), por ocasião da inauguração oficial do Museu Nacional  e Galeria de Arte em 1977;

 

3. A Galeria de Arte - após o ano de 1943 - exibia esculturas do Professor Silp Bhirasri e seus aprendizes de primeira geração, durante a criação inicial do Instituto de Arte na Tailândia, Uma Escola de Belas Artes que mais tarde se tornaria a Universidade Silpakorn. No andar superior - exibia obras de arte cultural tailandesa, que se inspirava na crença da religião Budista, como murais de templos, armário de Dhamma, capelas, portas de armários esculpidos em madeira e imagem de Buda.

Yelo House 2 Rama I Road, 20 - Wang Mai - Pathum Wan District -

Era uma Galeria de arte com exibições temporárias temáticas, divididas em salas. Tinha espaço para workshops e coworking, além de um café com vista para o Klhong.

bangkok 12.JPG
bottom of page